Home > Curiosidades > Você sabe limpar e esterilizar a…

Você sabe limpar e esterilizar a tigela do seu peludo?

14 de julho de 2021
Nenhum comentário

Foto: Franchise Opportunities – Flickr

 

Com que frequência você lava a tigela do seu cachorro? Será que é suficiente?

Com o que deve-se lavar os comedouros? Que cuidados tomar?

Não se preocupe, a Costashow vai te passar dicas valiosas sobre esse assunto!

 

Por que é necessário limpar rotineiramente os comedouros?

A principal razão é básica: para cuidar da saúde do seu pet.

Pode até parecer uma preocupação desnecessária, mas podem ocorrer sérios riscos para a saúde do seu animal de estimação se você deixá-lo comer em uma tigela sem o devido saneamento.

Segundo o especialista em alimentos para animais de estimação, William Burkholder, Ph.D., do Centro de Medicina Veterinária da FDA (Food and Drug Administration), os micróbios da saliva do seu animal podem ser transferidos para a tigela, criando uma área onde as bactérias podem florescer. Como cães e gatos usam a língua para pegar a comida, o risco de lamber bactérias nocivas do fundo de suas tigelas é muito grande.

 

Veja este vídeo super interessante sobre como os cães bebem água, em câmera lenta.

 

Assim, do mesmo modo, Charlotte Conway, também da FDA, recomenda, inclusive, que se deve lavar as mãos com água quente e sabão ANTES e DEPOIS de manusear a comida do seu pet para ajudar a prevenir o risco de transmissão de qualquer contaminação.

“O tipo de bactéria que cresce nas tigelas depende de fatores como ambiente, exposição e higiene oral do animal, mas possíveis exemplos incluem Staphylococcus aureus, Pasteurella multocida e diferentes espécies de Corynebacterium, Streptococcus, Enterobacteria, Neisseria, Moraxella, Bacillus e, menos frequentemente, Salmonella e Pseudomonas.”(1)

Inegavelmente, essas bactérias podem causar doenças, principalmente em animais jovens, idosos ou com sistema imunológico deficiente.

Decerto nem precisamos dizer que limpar a tigela do seu pet sai muito mais em conta do que levá-lo ao veterinário por doença, não é?

 

Assim, com que frequência devemos lavar as tigelas dos pets?

Segundo o Centro de Medicina Veterinária do FDA, o ideal seria seguir o cronograma de limpeza abaixo.(2) Algumas pessoas podem até considerar esses procedimentos rigorosos, todavia é o que seria o mais seguro para seu animal de estimação.

  • Lave a tigela de comida com água quente e sabão após cada refeição;

  • A tigela de água deve ser lavada da mesma maneira ao final de cada dia ou pela manhã cedo;

  • As mãos devem ser igualmente lavadas com água e sabão antes e depois de manusear qualquer alimento dos pets.

Se você alimenta seu peludo com comida crua, esses cuidados devem ser ainda mais eficazes. Portanto, certifique-se também de raspar qualquer pedaço de comida remanescente no comedouro.

 

Mais dicas importantes sobre higiene dos comedouros

  • Escolher uma tigela de aço inoxidável irá mantê-la limpa por mais tempo. Outros materiais, como o plástico, podem arranhar, abrindo, assim, espaço para o crescimento de bactérias dentro do prato, mesmo após a limpeza.

  • Comida úmida deve ficar exposta por, no máximo, duas horas.

  • A comida seca deve ser guardada em um recipiente fechado, em local fresco e seco.

  • Se você usar um tapete para proteger o chão de respingos, ele também deve ser limpo diariamente.

  • De acordo com o CDC (Centers for Disease Control and Prevention)(3), crianças com menos de 5 anos não devem manusear alimentos para animais de estimação, pois o sistema imunológico delas ainda está em desenvolvimento. Além disso, adultos com mais de 65 anos, pessoas com sistema imunológico enfraquecido e pacientes com transplante de órgãos também correm um risco maior de adoecer por possíveis resquícios de Salmonela nos comedouros.

É preciso desinfetar os comedouros?

Segundo um estudo de 2006 feito pelo National Sanitation Foundation (NSF), as tigelas são o quarto lugar mais cheio de germes de uma casa. O estudo concluiu que, mesmo após uma lavagem rigorosa com água e sabão, 67% ou mais bactérias (salmonela) permanecem.(4)

Por isso, a Dra. Jessica Vogelsang, renomada veterinária e autora, acredita que, além da limpeza diária, devemos desinfetar a tigela do nosso cão uma vez por semana.(5)

Entretanto, qualquer medida de desinfecção deve ser devidamente analisada pelo médico veterinário do seu animal em específico, levando em conta o histórico clínico anterior ou problemas alérgicos.

 

E aí? Você vai lavar os comedouros do seu animal de estimação com mais frequência depois desta matéria? Conta aí pra gente!

 

 

Referências:

  1. Vet Street

  2. Center for Veterinary Medicine (FDA)

  3. CDC

  4. I Love Dogs

  5. NCBI (National Center for Biotechnology Information)

 

Sobre o Autor:
Administrador Site

COMENTÁRIOS:

Nenhum comentário foi feito, seja o primeiro!

DEIXE SEU COMENTÁRIO:

Mensagem:
Nome:
Email: